Festival das Lanternas Vem ai Ano novo Chinês 2017

Festival das Lanternas

Ele é comemorado por mais de 2.000 anos no dia 15 do primeiro mês do calendário lunar.

Segundo a história, a origem do festival vem da dinastia Han. O imperador Ming, defensor do Budismo, percebeu que alguns monges acendiam lanternas nos templos no 15° dia do primeiro mês lunar em respeito a Buda. Aí ele ordenou que todos os templos e as casas deveriam ter lanternas acesas nesse dia. Esse costume foi se espalhando e ganhando força, e hoje é a data mais esperada do Ano Novo Chinês.

Mitos e lendas

Como tudo na China, sempre há uma lenda por trás de cada festividade, um mito (ou muitos) que se fixou no inconsciente popular.

Uma das lendas diz que o festival se originou no aniversário de Tianguan, o deus taoísta de boa sorte, que coincide com a data de término do ano novo chinês e, assim, as celebrações eram na esperança de trazer boa sorte ao novo ano.

Outra lenda que encontrei, não menos interessante, diz que as origens do festival gira em torno do Imperador de Jade, uma das representações do primeiro deus na cultura chinesa, nas religiões tradicionais e na mitologia. O pássaro favorito do Imperador de Jade, uma garça,  foi caçado e morto, num voo que fez para a terra. Furioso, o Imperador planejou uma tempestade como retaliação sobre as pessoas.  Mas a filha do imperador avisou a todos. Um homem sábio de uma aldeia sugeriu que todos pendurassem e acendessem lanternas vermelhas fora de casa durante três dias, para enganar o Imperador de Jade, que  pensaria que a aldeia estaria em chamas.

Como é a comemoração

Vários costumes e atividades tradicionais são realizadas durante o festival de lanterna: apreciar lanternas e fogos de artifício, adivinhar enigmas lanterna, danças folclóricas, e comer Yuanxiao.

Apreciando Lanternas

Durante a dinastia Han o budismo floresceu na China e as lanternas de luz foram colocadas no palácio imperial, mostrando respeito pelo Buda no dia 15 do primeiro mês lunar (como já expliquei acima). Durante as dinastias Tang (618-907), Song (960-1279), Ming (1368-1644) e Qing (1644-1911) as lanternas continuaram sendo acesas, se tornando uma tradição para o povo chinês.

Hoje, as lanternas vermelhas podem ser vistas na rua, em cada casa, nas lojas e nos parques. As lanternas vermelhas são um dos maiores ícones do folclore tradicional chinês.

Jogos de adivinhação

A partir da Dinastia Song, enigmas de adivinhação são considerados como parte indispensável do Festival das Lanternas. As pessoas escrevem todos os tipos de enigmas em pedaços de papel, e colam nas lanternas coloridas para permitir que os demais adivinhem. Se alguém tem uma resposta para um enigma, ele puxa o papel e vai até o responsável com a resposta. Se for a correta ele recebe um brinde.

Danças folclóricas: Dança do Leão e Perna de Pau

Desde o Período dos Três Reinos (220-280), a dança do leão é uma arte tradicional que proporciona diversão ao Festival das Lanternas, além de outras celebrações chinesas.

De acordo com a tradição, o leão é um símbolo de coragem e força que pode proteger as pessoas, por isso, ao executar a dança do leão, todos que estão envolvidos pedem por uma vida auspiciosa e feliz.

       

About The Author

Há 20 anos ensino Kung Fu, Budismo e Cultura Chinesa aos brasileiros. Junte-se a mim nesta jornada!

Recent Posts

 
Sifu Teddy Lai
Share this on WhatsAppConsiderado hoje em Hong Kong como o grande estudioso das artes marciais tradicionais chinesas, Teddy Lai nasceu em 4 de julho de 1961 em Hong Kong – China. Em sua infância, adorava os filmes de Kung Fu populares na época, isso o fez ter uma enorme admiração por seus tios que eram mestres de Kung Fu. Seu tio Chan Shing Biu era
Ano Novo Chinês 2018
Share this on WhatsAppAno do Cão O ano lunar do Cão corresponde no Zodíaco Ocidental, ao signo da Balança. Este ano está virado para a justiça e afeição. O Cão gosta da honestidade e muitos dos problemas podem vir da sua atitude justiceira. Tudo será balançado precariamente no ano do Cão. A cena diplomática será
Leões no Portal
Share this on WhatsAppA passagem dos leões por sob o portal do Templo Lohan nos jardins da Gunag Yin! Dança do leão (chinês: 舞獅; pinyin: wǔshī) é uma forma de dança tradicional na cultura chinesa, na qual os participantes imitam os movimentos de um leão usando uma fantasia do animal. O traje de leão pode ser manejado por um único dançarino, que salta
Demonstração na Graduação
Share this on WhatsApp As demonstrações do Teste de Proficiência e Graduação na Cerimônia de Baishi foram simples, mas muito incríveis e sinceras. Não foi uma apresentação artística, mas uma celebração da união dos irmãos e família e culto ao Kung Fu e ao Shaolin. Obrigado novos discípulos e parabéns aos antigos! Amituofo Share this
Sabre e escudo
Share this on WhatsAppUm breve treino que durou 15 minutos no máximo onde revivi uma tradicional técnica de Kung Fu. O Tui Lien 5 bastões contra sabre e escudo! Pessoal consegui ter muita intimidade e os movimentos básicos nasceram com harmonia. Agora é continuar treinando! Share this on WhatsApp
Shaolin em Taiwan
Share this on WhatsAppO Discipulo Carlos César foi passar uma experiência em Taiwan com os irmãos do Tao e viajou a templos, santuários, casas de chá, locais tradicionais e antigos de Taiwan, ilha baluarte da resistência da tradicional cultura, religião e filosofias chinesas depois que a onda vermelha varreu o solo da China Continental. Durante
Erick Cavalcante
Share this on WhatsAppOlá, saudações a todos os leitores, meu nome é Erick Cavalcante, sou aluno e recentemente me tornei discípulo formal do Instituto Lohan ao participar da cerimônia de Paisi no Templo Lohan. Agradeço muito ao convite do Shifu Luis Mello para expor minha visão sobre o Kung Fu, na condição de iniciante, abordando
Shaolin
Share this on WhatsApp Um trecho do relato sensacional de Américo Sommerman, editor da Pollar Editora, responsável por traduzir fielmente a obra do Abade do Templo Shaolin, Shiyongxin para o português! Momento histórico do Kung Fu mundial, do Brasil, do Budismo Mahayana e do orientalismo em geral! Share this on WhatsApp
A pedra
Share this on WhatsAppTinha uma pedra no meio do caminho, no meio do caminho tinha uma pedra! A pedra! Está é a mesma pedra que tentamos quebrar no braço do Shifu Dangelo Pichezzo no programa da Sabrina na Record e não conseguimos e finalmente acertamos as contas no dia do Baishi! A pedra foi quebrada! Share this
Cerimônia
Share this on WhatsApp A Cerimônia de Graduação e  Bàishī 拜師 do dia 02 de dezembro foi intenso. Iniciamos com a manutenção do Templo logo de manhã e com a aula formal especial das 10hs da manhá comandada pelo 徒弟Túdì (aprendiz) com a posição de 師弟Shīdì (irmão mais novo) Junior Borbanogo seguida do tradicional momento do Chá ao
Baishi 拜師
Share this on WhatsAppPor Dani Hu 琥 少 修 Baishi 拜師 Trata-se de uma das cerimônias mais significativas no Kung Fu tradicional, uma vez que, ela ocorre por ocasião da aceitação formal de um discípulo pelo mestre. Podemos traduzir como reverencia ao Shifu (師父), indicando uma forma de prestar respeitos ao mesmo, enquanto ele o acolhe em sua família perante
À espera
Share this on WhatsApp Mestre Shi Deyang começou a treinar no Templo Shaolin quando ele tinha  tenra idade e é descendente da 31ª geração de monges guerreiros de Dengfeng sendo discípulo direto do abade da cultura Shaolin espiritual, Grande Mestre Superior Shi Suxi que foi um dos últimos monges guerreiros de Shaolin no Século 21
Gung Gee
Share this on WhatsAppO Hung Ga Kuen (洪家拳), Hung Ga (洪家) ou Hung Kuen (洪拳), em mandarim (洪家拳) hong jia quan. É um sistema de kung fu desenvolvido no século XVII, que está associado ao herói popular chinês Wong Fei Hung, que foi mestre de Hung Ga. Considerado um sistema Nan Quan, este é um
Lohan com a Yazigi
Share this on WhatsApp Campanha da Yazigi no Templo Lohan com nossos leões chineses…e no final o santuário do Kwan Kun! A ideia é que se você sabe inglês, poderá estar em qualquer lugar! Muito bom! Aparecemos pouco, mas tá valendo! Link original da Yazigi: https://www.youtube.com/shared?ci=Rzw55hGPyDw Não ensinamos apenas inglês. Formamos Cidadãos do Mundo. Yázigi.
Evidências
Share this on WhatsAppMeir Shahar[*] [mshahar@post.tau.ac.il] Tradução de Rodrigo Wolff Apolloni[**] [shaolin.curitiba@avalon.sul.com.br] O mosteiro de Shaolin é provavelmente um dos mais famosos templos budistas do mundo. A razão não está ligada a contribuições doutrinárias de seus monges residentes, tampouco às tradições que associam o mosteiro à figura de Bodhidharma (Ta Mo), o fundador lendário da
CASA e JARDIM
Share this on WhatsAppMatéria no Globo.com -Casa e Jardim 15 LUGARES QUE VOCÊ NÃO PODE PERDER NA LIBERDADE TEMPLO LOHAN SHAOLIN KUNG FU O QUE É O templo chinês funciona em uma antiga casa portuguesa construída nos anos 1800 e recém-reformada. O espaço oferece diversas atividades e aulas ligadas à cultura chinesa, como o kung fu e o budismo. DICAS O
Dança do dragão e leão
Share this on WhatsApp Dança do leão (chinês: 舞獅; pinyin: wǔshī) é uma forma de dança tradicional na cultura chinesa, na qual os participantes imitam os movimentos de um leão usando uma fantasia do animal. O traje de leão pode ser manejado por um único dançarino, que salta e movimenta energicamente a cabeça, as mandíbulas
Seminário de Wing Chun
Share this on WhatsApp Wing Chun é um sistema de luta surgido no sul da China que se distingue pela economia de movimentos e utilização da estrutura óssea. Sendo um dos sistemas de luta mais populares em todo o mundo atualmente, a arte baseia-se na leitura da inteligência da “Garça” com a “Serpente” e na
Jornal da Gazeta
Share this on WhatsApp Um professor de artes marciais que desafia o próprio corpo. Ele consegue cravar pregos na mão, quebrar tijolos com a cabeça e entortar ferro, resultados de anos de treinamento. E com tantas habilidades, ele atrai alunos de várias partes do Brasil.   Categoria(s): Jornal da Gazeta / Jornalismo / Notícias Share
Cerimônia de Benção do Templo Lohan
Share this on WhatsApp Sutra do Coração O Bodhisattva Avalokitesvara praticava profundamente o Prajna Paramitta (a sabedoria) e viu claramente o vazio de todos os cinco agregados, e assim libertou-se de todos os sofrimentos. Ó Shariputra, forma não se diferencia de vazio, vazio não se diferencia de forma. Forma é exatamente vazio, vazio é exatamente
Virada de Ano Novo Chinês
Share this on WhatsApp Festa da Primavera da China Como o Natal para o Ocidente, a Festa da Primavera é a o evento mais importante de todo o ano para os chineses. Com o passar do tempo, a gente chinesa tem registrado mudanças tanto no conteúdo como na maneira daquela importante festa. Porém, sua posição
Ano Novo Chinês
Share this on WhatsApp Ano do Galo O otimismo do ano do macaco sobrepõe o ano do galo, mas o galo tende a ser muito confidente e é determinado nos seus planos. Quando o galo colorido trouxer dias brilhantes e felizes, dissipará também a energia. Os seus trajetos são práticos e bem provados. Esqueça esse
Matéria no G1
Share this on WhatsApp Queima de incenso em papel marca chegada do Ano Novo Chinês em templo na Liberdade Comemorações pelo Ano do Galo terminam neste domingo no tradicional bairro oriental de São Paulo. Por G1 São Paulo 29/01/2017 08h45  Uma cerimônia de queima de incenso em papel marcou a chegada do Ano Novo Chinês
Ano Novo Chinês Hakka
Share this on WhatsApp O período regido pelo Macaco de Fogo é de muita sorte, bons fluídos e boas oportunidades a quem planta o bem. O Macaco de Fogo é justo e cumpri o que está traçado na vida das pessoas. Logo, cuidado com o que andou plantando na vida. Ao Macaco está associado um
Ano do Macaco de Fogo 2016
Share this on WhatsApp Os chineses acreditam que o vermelho tem o poder de atrair a boa sorte e afugentar os maus espíritos. Por essa razão, esta é a cor onipresente nas tradicionais celebrações do Ano Novo Chinês – tão dominante quanto o branco nas nossa viradas de ano. O Ano Novo Chinês é comemorado
Festival das Lanternas
Share this on WhatsApp Festival das Lanternas Ele é comemorado por mais de 2.000 anos no dia 15 do primeiro mês do calendário lunar. Segundo a história, a origem do festival vem da dinastia Han. O imperador Ming, defensor do Budismo, percebeu que alguns monges acendiam lanternas nos templos no 15° dia do primeiro mês
Monges Shaolin contra Ronin
Share this on WhatsAppEnquanto o famoso Templo Shaolin se tornou renomado por seus monges guerreiros, foi durante o período Ming que o templo estabeleceu a sua reputação de bastiões do estudo marcial. Ironicamente, os monges guerreiros que ajudaram o Templo Shaolin a ganhar esta reputação não se pareciam em nada com as suas contrapartes. Eles
Diyu 地獄
Share this on WhatsAppEssa é a versão chinesa do inferno, descrita em até 18 níveis, sendo que cada um deles é controlado por um juiz e as punições são aplicadas aos pecadores conforme a vida que tiveram na Terra. Acredita-se que uma pessoa deve passar por 134 infernos de tortura e dor antes de reencarnar
Baishi 拜師
Share this on WhatsAppPor Dani Hu 琥 少 修 Trata-se de uma das cerimônias mais significativas no Kung Fu tradicional, uma vez que, ela ocorre por ocasião da aceitação formal de um discípulo pelo mestre. Podemos traduzir como reverencia ao Shifu (師父), indicando uma forma de prestar respeitos ao mesmo, enquanto ele o acolhe em sua família perante aos seus
Hong Bao 紅包
Share this on WhatsAppDani Hu 琥 少 修 “A tradição do envelope vermelho” Dentre as inúmeras tradições que envolvem a arte chinesa do Kung fu, a oferta do Hongbao é, certamente, a mais significativa na relação entre o mestre e o discípulo. A palavra Hongbao tem o significado de “envelope vermelho”, e a sua tradição vem de uma antiga lenda,

Shaolin Temple

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>Shaolin</span> Temple
</span>
</span>

Templo Lohan

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>Templo</span> Lohan
</span>
</span>

O Blog do Shifu

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>O</span> Blog do Shifu 
</span>
</span>

Shaolin Cha´n

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>Shaolin</span> Cha´n
</span>
</span>

Contate-nos

 

Praça da Liberdade, nº 262 – 1ºandar, Liberdade, São Paulo
Telefone: (+55 11) 3271-5748
Mobile:(+55 11) 9.9378.5173
E-mail: institutolohan@outlook.com
Website: www.institutolohan.com.br

Postagens

 
Janeiro 2017
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Flickr Widget

 
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
Flickr Badges Widget

Como começar?

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>Como</span> começar?
</span>
</span>

Marque uma aula hoje mesmo no Instituto Lohan. Basta agendar aqui. Entenda como começar no Kung Fu!