Erick Cavalcante Discípulo Lohan

Olá, saudações a todos os leitores, meu nome é Erick Cavalcante, sou aluno e recentemente me tornei discípulo formal do Instituto Lohan ao participar da cerimônia de Paisi no Templo Lohan. Agradeço muito ao convite do Shifu Luis Mello para expor minha visão sobre o Kung Fu, na condição de iniciante, abordando minha vivência até o momento.

Como conheci o Kung Fu e o Instituto:

Acredito que como a maioria dos brasileiros, meu primeiro contato com o Kung Fu e interesse se deu através de filmes e textos leigos sobre o tema. Sempre fui admirei o Bruce Lee, tanto pelos filmes quanto pelos livros e textos sobre filosofia. A partir desse contato procurei outras obras chinesas como Os Analectos de Confúcio, A arte da guerra e o Tao te ching. Quanto a prática da arte marcial, já havia feito algumas aulas experimentais em alguns lugares, mas, apesar de serem bons locais, não me senti inclinado a voltar. Depois de muita pesquisa acabei encontrando o Instituto Lohan, marquei uma aula experimental e senti que havia encontrado o lugar ideal.

O Instituto e os irmãos:

Desde o primeiro momento, me senti completamente bem vindo e acolhido por todos. Eu sou uma pessoa reservada e por vezes hermética, até com certa desconfiança com as pessoas, mas isso não vem ao caso. O que me surpreendeu foi a simpatia com que todos se tratam e isso se estende a todos os novatos e visitantes. Todos os instrutores e irmãos dão o melhor de si para fazer do Instituto Lohan uma das melhores escolas do Brasil. Não há distinção e preconceitos de qualquer tipo, sendo que iniciantes e avançados podem treinar, conviver e crescer juntos, como uma irmandade deve ser. O instituto é um local muito bem estruturado e organizado, contando ainda com o Templo que é um lugar de paz e de força, o que torna a experiência ainda mais especial e tradicional.

O Shifu:

Se você procura um mestre que te carregue nas costas, que te convença com risadas ou palavras belas e simpáticas o tempo todo, definitivamente você não está procurando Kung Fu. O melhor do Instituto Lohan é contar com um Shifu que não vai te iludir, pelo contrário, irá expor as verdades de cada um, doa a quem doer, duro e rígido, como só um pai que quer o melhor para o filho pode ser. Há mais de 20 anos ensinando (e nunca deixando de aprender) Kunf Fu, Budismo e a Cultura Chinesa, o Shifu Luis Mello é referência não só no Brasil, mas pelo mundo. Ligado aos mestres e irmãos chineses, está sempre se aprimorando e representando o verdadeiro Kung Fu chinês no Brasil. Apesar da postura rígida e séria de um respeitável Shifu, sempre mantém a humildade de se sentar com todos e principalmente de ouvir o que todos têm a dizer, trata todos com justiça e nas horas de descontração, se revela uma pessoa divertida e muito amigável que todos adoram.

Por que praticar Kung Fu?

Quanto a isso, cada um tem seus motivos. Seja para melhorar seu físico, sua concentração e foco em estudos, talvez para se tornar um grande lutador ou ainda para adquirir paz e tranqüilidade em uma vida conturbada, as pessoas buscam no Kung Fu a solução. Há todo um ar de mistério e misticismo por trás das artes chinesas que os leigos acreditam que fará a diferença em suas vidas no momento em que pisarem na escola. Não há mágica nenhuma. Passado algum tempo praticando, as pessoas irão vivenciar essa nova realidade, pode ser um choque para alguns, até um momento de incerteza e frustração, mas para a maioria será a maior libertação de suas vidas. O kung Fu finalmente irá ensinar que nada cai do céu, ninguém vai resolver seus problemas por você, muito menos te carregar no colo. O kung Fu irá sim fortalecer seu corpo e sua mente, mas através de muito esforço e dedicação. A partir do momento que você aceitar essa nova realidade, poderá começar a conhecer a si mesmo e se reinventar. Ir atrás de conquistar com a mesma garra aprendida nos treinos os seus objetivos, pois se trata da sua vida e de você tomar as rédeas e conquistar. Nessa nova jornada, com força e equilíbrio restaurados, podendo contar com o apoio dos irmãos e do Shifu, você poderá conquistar o que deseja, através de seu esforço e determinação, não desistindo jamais, pois o Kung Fu se trata de continuar em frente, sem pressa, sem perder tempo.

Muito obrigado.

Amituofo.

       

About The Author

Há 20 anos ensino Kung Fu, Budismo e Cultura Chinesa aos brasileiros. Junte-se a mim nesta jornada!

Recent Posts

 
Shaolin em Taiwan
Share this on WhatsAppO Discipulo Carlos César foi passar uma experiência em Taiwan com os irmãos do Tao e viajou a templos, santuários, casas de chá, locais tradicionais e antigos de Taiwan, ilha baluarte da resistência da tradicional cultura, religião e filosofias chinesas depois que a onda vermelha varreu o solo da China Continental. Durante
Erick Cavalcante
Share this on WhatsAppOlá, saudações a todos os leitores, meu nome é Erick Cavalcante, sou aluno e recentemente me tornei discípulo formal do Instituto Lohan ao participar da cerimônia de Paisi no Templo Lohan. Agradeço muito ao convite do Shifu Luis Mello para expor minha visão sobre o Kung Fu, na condição de iniciante, abordando
Shaolin
Share this on WhatsApp Um trecho do relato sensacional de Américo Sommerman, editor da Pollar Editora, responsável por traduzir fielmente a obra do Abade do Templo Shaolin, Shiyongxin para o português! Momento histórico do Kung Fu mundial, do Brasil, do Budismo Mahayana e do orientalismo em geral! Share this on WhatsApp
A pedra
Share this on WhatsAppTinha uma pedra no meio do caminho, no meio do caminho tinha uma pedra! A pedra! Está é a mesma pedra que tentamos quebrar no braço do Shifu Dangelo Pichezzo no programa da Sabrina na Record e não conseguimos e finalmente acertamos as contas no dia do Baishi! A pedra foi quebrada! Share this
Cerimônia
Share this on WhatsApp A Cerimônia de Graduação e  Bàishī 拜師 do dia 02 de dezembro foi intenso. Iniciamos com a manutenção do Templo logo de manhã e com a aula formal especial das 10hs da manhá comandada pelo 徒弟Túdì (aprendiz) com a posição de 師弟Shīdì (irmão mais novo) Junior Borbanogo seguida do tradicional momento do Chá ao
Baishi 拜師
Share this on WhatsAppPor Dani Hu 琥 少 修 Baishi 拜師 Trata-se de uma das cerimônias mais significativas no Kung Fu tradicional, uma vez que, ela ocorre por ocasião da aceitação formal de um discípulo pelo mestre. Podemos traduzir como reverencia ao Shifu (師父), indicando uma forma de prestar respeitos ao mesmo, enquanto ele o acolhe em sua família perante
À espera
Share this on WhatsApp Mestre Shi Deyang começou a treinar no Templo Shaolin quando ele tinha  tenra idade e é descendente da 31ª geração de monges guerreiros de Dengfeng sendo discípulo direto do abade da cultura Shaolin espiritual, Grande Mestre Superior Shi Suxi que foi um dos últimos monges guerreiros de Shaolin no Século 21
Gung Gee
Share this on WhatsAppO Hung Ga Kuen (洪家拳), Hung Ga (洪家) ou Hung Kuen (洪拳), em mandarim (洪家拳) hong jia quan. É um sistema de kung fu desenvolvido no século XVII, que está associado ao herói popular chinês Wong Fei Hung, que foi mestre de Hung Ga. Considerado um sistema Nan Quan, este é um
Lohan com a Yazigi
Share this on WhatsApp Campanha da Yazigi no Templo Lohan com nossos leões chineses…e no final o santuário do Kwan Kun! A ideia é que se você sabe inglês, poderá estar em qualquer lugar! Muito bom! Aparecemos pouco, mas tá valendo! Link original da Yazigi: https://www.youtube.com/shared?ci=Rzw55hGPyDw Não ensinamos apenas inglês. Formamos Cidadãos do Mundo. Yázigi.
Evidências
Share this on WhatsAppMeir Shahar[*] [mshahar@post.tau.ac.il] Tradução de Rodrigo Wolff Apolloni[**] [shaolin.curitiba@avalon.sul.com.br] O mosteiro de Shaolin é provavelmente um dos mais famosos templos budistas do mundo. A razão não está ligada a contribuições doutrinárias de seus monges residentes, tampouco às tradições que associam o mosteiro à figura de Bodhidharma (Ta Mo), o fundador lendário da
CASA e JARDIM
Share this on WhatsAppMatéria no Globo.com -Casa e Jardim 15 LUGARES QUE VOCÊ NÃO PODE PERDER NA LIBERDADE TEMPLO LOHAN SHAOLIN KUNG FU O QUE É O templo chinês funciona em uma antiga casa portuguesa construída nos anos 1800 e recém-reformada. O espaço oferece diversas atividades e aulas ligadas à cultura chinesa, como o kung fu e o budismo. DICAS O
Dança do dragão e leão
Share this on WhatsApp Dança do leão (chinês: 舞獅; pinyin: wǔshī) é uma forma de dança tradicional na cultura chinesa, na qual os participantes imitam os movimentos de um leão usando uma fantasia do animal. O traje de leão pode ser manejado por um único dançarino, que salta e movimenta energicamente a cabeça, as mandíbulas
Seminário de Wing Chun
Share this on WhatsApp Wing Chun é um sistema de luta surgido no sul da China que se distingue pela economia de movimentos e utilização da estrutura óssea. Sendo um dos sistemas de luta mais populares em todo o mundo atualmente, a arte baseia-se na leitura da inteligência da “Garça” com a “Serpente” e na
Jornal da Gazeta
Share this on WhatsApp Um professor de artes marciais que desafia o próprio corpo. Ele consegue cravar pregos na mão, quebrar tijolos com a cabeça e entortar ferro, resultados de anos de treinamento. E com tantas habilidades, ele atrai alunos de várias partes do Brasil.   Categoria(s): Jornal da Gazeta / Jornalismo / Notícias Share
Cerimônia de Benção do Templo Lohan
Share this on WhatsApp Sutra do Coração O Bodhisattva Avalokitesvara praticava profundamente o Prajna Paramitta (a sabedoria) e viu claramente o vazio de todos os cinco agregados, e assim libertou-se de todos os sofrimentos. Ó Shariputra, forma não se diferencia de vazio, vazio não se diferencia de forma. Forma é exatamente vazio, vazio é exatamente
Virada de Ano Novo Chinês
Share this on WhatsApp Festa da Primavera da China Como o Natal para o Ocidente, a Festa da Primavera é a o evento mais importante de todo o ano para os chineses. Com o passar do tempo, a gente chinesa tem registrado mudanças tanto no conteúdo como na maneira daquela importante festa. Porém, sua posição
Ano Novo Chinês
Share this on WhatsApp Ano do Galo O otimismo do ano do macaco sobrepõe o ano do galo, mas o galo tende a ser muito confidente e é determinado nos seus planos. Quando o galo colorido trouxer dias brilhantes e felizes, dissipará também a energia. Os seus trajetos são práticos e bem provados. Esqueça esse
Matéria no G1
Share this on WhatsApp Queima de incenso em papel marca chegada do Ano Novo Chinês em templo na Liberdade Comemorações pelo Ano do Galo terminam neste domingo no tradicional bairro oriental de São Paulo. Por G1 São Paulo 29/01/2017 08h45  Uma cerimônia de queima de incenso em papel marcou a chegada do Ano Novo Chinês
Ano Novo Chinês Hakka
Share this on WhatsApp O período regido pelo Macaco de Fogo é de muita sorte, bons fluídos e boas oportunidades a quem planta o bem. O Macaco de Fogo é justo e cumpri o que está traçado na vida das pessoas. Logo, cuidado com o que andou plantando na vida. Ao Macaco está associado um
Ano do Macaco de Fogo 2016
Share this on WhatsApp Os chineses acreditam que o vermelho tem o poder de atrair a boa sorte e afugentar os maus espíritos. Por essa razão, esta é a cor onipresente nas tradicionais celebrações do Ano Novo Chinês – tão dominante quanto o branco nas nossa viradas de ano. O Ano Novo Chinês é comemorado
Festival das Lanternas
Share this on WhatsApp Festival das Lanternas Ele é comemorado por mais de 2.000 anos no dia 15 do primeiro mês do calendário lunar. Segundo a história, a origem do festival vem da dinastia Han. O imperador Ming, defensor do Budismo, percebeu que alguns monges acendiam lanternas nos templos no 15° dia do primeiro mês
Monges Shaolin contra Ronin
Share this on WhatsAppEnquanto o famoso Templo Shaolin se tornou renomado por seus monges guerreiros, foi durante o período Ming que o templo estabeleceu a sua reputação de bastiões do estudo marcial. Ironicamente, os monges guerreiros que ajudaram o Templo Shaolin a ganhar esta reputação não se pareciam em nada com as suas contrapartes. Eles
Diyu 地獄
Share this on WhatsAppEssa é a versão chinesa do inferno, descrita em até 18 níveis, sendo que cada um deles é controlado por um juiz e as punições são aplicadas aos pecadores conforme a vida que tiveram na Terra. Acredita-se que uma pessoa deve passar por 134 infernos de tortura e dor antes de reencarnar
Baishi 拜師
Share this on WhatsAppPor Dani Hu 琥 少 修 Trata-se de uma das cerimônias mais significativas no Kung Fu tradicional, uma vez que, ela ocorre por ocasião da aceitação formal de um discípulo pelo mestre. Podemos traduzir como reverencia ao Shifu (師父), indicando uma forma de prestar respeitos ao mesmo, enquanto ele o acolhe em sua família perante aos seus
Hong Bao 紅包
Share this on WhatsAppDani Hu 琥 少 修 “A tradição do envelope vermelho” Dentre as inúmeras tradições que envolvem a arte chinesa do Kung fu, a oferta do Hongbao é, certamente, a mais significativa na relação entre o mestre e o discípulo. A palavra Hongbao tem o significado de “envelope vermelho”, e a sua tradição vem de uma antiga lenda,
Yazigi
Share this on WhatsApp Campanha da Yazigi no Templo Lohan com nossos leões chineses…e no final o santuário do Kwan Kun! A ideia é que se você sabe inglês, poderá estar em qualquer lugar! Muito bom! Aparecemos pouco, mas tá valendo! Link original da Yazigi: https://www.youtube.com/shared?ci=Rzw55hGPyDw Não ensinamos apenas inglês. Formamos Cidadãos do Mundo. Yázigi.
Vida Lohan
Share this on WhatsAppNavegadores antigos tinham uma frase gloriosa: “Navegar é preciso; viver não é preciso”. Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para a casar como eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la
O Caminho do Céu
Share this on WhatsAppTratado sobre o Caminho do Céu Publicado no livro “Recomendações do pavilhão dos ancestrais”, ISBN 978-85-65996-02-0, ano de 2009, e registrado no creative commons em 2011.  Prof. Dr. André Bueno O tudo pertence ao infinito. Logo, criação e destruição pertencem ao finito. O principio é, pois, parte do infinito; a matéria, do finito.Todos
Muslim Kung Fu
Share this on WhatsAppO Lohan é um dos locais no Brasil que mais se dedicam a absorver, pesquisar, explorar, lecionar e propagar a tradicional arte marcial da china, o Kung Fu. Dentre as diversas escolas de Kung Fu ensinadas no Instituto Lohan e no Templo Lohan pode-se encontrar o ancestral Suai Jiao (arte marciais de
Ensinar ou ganhar a vida?
Share this on WhatsAppÉ demasiado difícil pensar com nobreza e ter metas e aspirações elevadas quando pensamos apenas em ganhar a vida. Esse é a questao mais elevada na filosofia chinesa: Como sobreviver e ainda assim deixar frutos para o mundo e as gerações vindouras? Trinta anos é uma idade difícil. Quando cheguei aos trinta

Shaolin Temple

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>Shaolin</span> Temple
</span>
</span>

Templo Lohan

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>Templo</span> Lohan
</span>
</span>

O Blog do Shifu

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>O</span> Blog do Shifu 
</span>
</span>

Shaolin Cha´n

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>Shaolin</span> Cha´n
</span>
</span>

Contate-nos

 

Praça da Liberdade, nº 262 – 1ºandar, Liberdade, São Paulo
Telefone: (+55 11) 3271-5748
Mobile:(+55 11) 9.9378.5173
E-mail: institutolohan@outlook.com
Website: www.institutolohan.com.br

Postagens

 
Janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Flickr Widget

 
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
Flickr Badges Widget

Como começar?

 
<span class='title def_style'>
<span class='title-text'>
<span class='firstword'>Como</span> começar?
</span>
</span>

Marque uma aula hoje mesmo no Instituto Lohan. Basta agendar aqui. Entenda como começar no Kung Fu!