O Kung Fu além da técnica

Meu nome é Marcos Nogaroli e sou um iniciante na prática do Kung Fu, embora minha paixão venha de anos e anos atrás, quando era criança. Paixão essa, despertada ao assistir aos filmes de Jackie Chan e Jet Li. Achava os movimentos e técnicas espetaculares, e sonhava um dia aprender a fazer aqueles movimentos sofisticados para derrubar inimigos. Durante minha adolescência, continuei a admirar o Kung Fu, sempre atraído pelas técnicas ímpares, os variados estilos, e movimentos que não se vê em outras artes marciais. Sempre achei aquilo incrível.

Em meados dos anos 2000, me deparei com o canal do Instituto Lohan no YouTube e ao assistir apenas um vídeo me senti encantado. Vi ali o diferente do diferente. Já havia assistido vídeos de outras academias. O treinamento era sempre semelhante. Bom, mas semelhante. Uniformes coloridos, faixas coloridas, um tatame no chão, e o treino de formas sendo executado, muito bonito, sob a tutela de um Mestre igualmente vestido de uniforme colorido.

No Instituto Lohan vi tudo diferente, não haviam faixas, o uniforme era preto e branco, o Mestre era um homem grande, de barba longa e roupas tradicionais chinesas, o treinamento era diferente de tudo que eu vira até então. Era duro, difícil. Eu não sabia explicar, não era bonito, mas era espetacular. Eu via a expressão no rosto dos praticantes. Expressões fechadas, concentradas, e um treinamento como nunca havia visto antes. Achei aquilo demais! E embora na época diversos fatores me impedissem de ir até lá, na mesma hora pensei “um dia quero treinar ali!”.

Os anos passaram, e eu continuei a sempre acompanhar o Instituto Lohan na internet. Até que em 2015 meu sonho teve a oportunidade de ser realizado. Como já acompanhava o Shifu Luis Mello no Facebook, vi que ele abriu o Curso de Formação Shaolin, e achei aquilo espetacular! Conversei com o Shifu sobre o curso e tive a grande oportunidade de realizar meu sonho!

Ao chegar cedo no primeiro dia, vi pessoas que eu admirava dos vídeos de anos e anos atrás, e tudo naquele local, o Templo Lohan, me encantou. E ao decorrer do dia, enquanto auxiliava outros praticantes na manutenção do Templo, fui percebendo algo totalmente diferente, algo que eu não pensei durante anos e anos em que via apenas vídeos: O Kung Fu além da técnica.

O modo como os praticantes reverenciavam um ao outro. O cuidado com que faziam tudo ali dentro. A forma com que manipulavam os itens do altar do Templo, a forma como limpavam o chão. Tudo era feito com cuidado, com método. No mesmo dia conheci pessoalmente o Shifu Luis Mello e entendi melhor aquilo tudo. Ele mencionou sobre como os praticantes deviam se portar, sobre o respeito mútuo, sobre hierarquia. Aquilo me impressionou de verdade.

Conforme os dias de treinamento iam ocorrendo pude perceber cada vez mais isso. E, no final do ano, pude realizar meu grande sonho, de me tornar oficialmente discípulo do Shifu Luis Mello! Houve também a incrível chegada do Venerável Shifu Shi De Yang, e durante o treinamento com ele, pude fortalecer meu conhecimento sobre como o Kung Fu é muito mais sobre como se portar no dia a dia, em absolutamente tudo o que você faz, do que apenas sobre técnicas de combate.

Já tive a oportunidade de realizar diversos treinamentos no Templo Lohan, como o Curso de Formação Shaolin, o treinamento intensivo com Shifu Shi De Yang, o curso de Palma de Ferro, curso de Qi Gong e o curso de Medicina Tradicional Chinesa, e todas as vezes, sem exceção, aprendo mais e mais com o Shifu Luis Mello e com meus irmãos de treino sobre como o Kung Fu está em tudo o que se faz, e está muito além da técnica.

Amituofo!
Marcos Nogaroli